image image image
Reunião na Holanda debate saídas para a crise do setor naval Representantes do setor naval mundial se reuniram no fim de outubro em Rotterdam, na Holanda, para discutir os rumos da indústria em todo mundo. Participaram representantes de Brasil, Argentina, Austrália, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Itália, Japão, Coréia, Holanda, Noruega, Cingapura, Reino Unido e EUA. A reunião foi organizada pela filial holandesa da IndustriALL Global Union, FNV Metaal. O Brasil foi representado pela Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT), através do diretor Edson Rocha que também presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói e Itaboraí.
Participe da campanha pela anulação da Reforma Trabalhista
Continua crescendo em volume e abrangência a Campanha Nacional pela Anulação da Reforma Trabalhista, com adesões em todas as regiões do Brasil. Os metalúrgicos de Niterói podem participar do abaixo assinado no Sindicato.   A iniciativa visa anular a reforma trabalhista aprovada pelos golpistas, que começa a valer no país no próximo dia 11 de novembro. São necessárias 1,3 milhões assinaturas para que o Projeto de Lei de Iniciativa Popular seja protocolado e começe a tramitar na Câmara dos Deputados.
Alerj lança Frente Parlamentar de Apoio à Indústria Naval A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro instalou nesta terça-feira (19/09) a Frente Parlamentar em Apoio à Indústria Naval e Offshore. Em sessão no plenário da Casa, o deputado Waldeck Carneiro (PT), frisou que a Frente poderá provocar a bancada federal do Rio de Janeiro para alocar recursos de investimentos no Fundo de Marinha Mercante voltados para a indústria naval já em 2018 e que marcará agendas com o Conleste, Petrobras e Transpetro para discutir viabilidades de retomada do setor.

“Negociado sobre legislado” causa epidemia de mortes no Japão

Imprimir
PDF

O suicídio de uma funcionária da maior agência de publicidade do Japão gerou nova onda de debates sobre as mortes relacionadas ao excesso de trabalho naquele país. Há meses Matsuri Takahashi, uma funcionária da Dentsu, vinha fazendo mais de 100 horas extras mensais, e relatava nas redes sociais uma rotina exaustiva de pressão no trabalho e poucas horas de sono. Em dezembro de 2015, Matsuri pulou do alto do dormitório da Dentsu onde morava. O caso veio à tona apenas oito meses depois, quando uma investigação do governo federal enquadrou seu suicídio como mais um episódio de “karoshi” – termo cunhado pelos japoneses para designar as mortes causadas por jornadas extenuantes.

Leia mais...

Plenárias Regionais apontam lutas setorizadas e a necessidade de um candidato trabalhador para Deputado Federal em 2018

Imprimir
PDF

O golpe de 2016 atingiu fortemente os trabalhadores no Rio de Janeiro. O estado foi durante mais de uma década, um dos maiores beneficiados por repasses federais e avançou imensamente em ramos chave para a soberania e desenvolvimento brasileiro, como o Petróleo e a Construção Civil. Infelizmente com o golpe, os recursos foram drenados de vez. Sindicatos têm detectado problemas graves em relação não somente a diminuição das vagas de trabalho, mas comprometimentos estruturais nas categorias que tem aumentado inclusive o número de vítimas fatais de acidentes.

Leia mais...

CCJ rejeita parecer que recomendava continuidade da denúncia contra Temer

Imprimir
PDF

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) rejeitou - por 40 a 25 votos e uma abstenção - o relatório do deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ) que recomendava a autorização da Câmara dos Deputados para que o Supremo Tribunal Federal investigue a denúncia de corrupção passiva contra o presidente da República, Michel Temer. A denúncia foi feita pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Leia mais...

Prefeitura de Niterói apoia movimento de metalúrgicos pela retomada da indústria naval

Imprimir
PDF

 

Metalúrgicos e representantes dos sindicatos da categoria em Niterói e na cidade do Rio foram recebidos, na tarde de quinta-feira (18/5), pelo prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, para discutirem a crise do setor naval e as demissões na área. Neves anunciou que em junho será realizada uma atividade conjunta em torno dessa causa, que reunirá parlamentares, trabalhadores e prefeitos em defesa dos empregos e da utilização do conteúdo nacional na cadeia produtiva de petróleo e gás.

Leia mais...

CNM/CUT e STIMMMENI repudiam condenação do ex-presidente Lula

Imprimir
PDF

 

A Confederação Nacional dos Metalúrgicos e o Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói e Itaboraí repudiam a condenação do ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva. Uma decisão política, sem provas, baseada única e exclusivamente em convicções do juiz Sergio Moro. Este novo ataque ao companheiro Lula acontece um dia após os direitos da classe trabalhadora serem enterrados pelo Senado Federal. Uma verdadeira cortina de fumaça na tentativa de esconder os efeitos das novas relações de trabalho proposta pelo golpista Michel Temer.

Leia mais...