image image image
Alerj lança Frente Parlamentar de Apoio à Indústria Naval A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro instalou nesta terça-feira (19/09) a Frente Parlamentar em Apoio à Indústria Naval e Offshore. Em sessão no plenário da Casa, o deputado Waldeck Carneiro (PT), frisou que a Frente poderá provocar a bancada federal do Rio de Janeiro para alocar recursos de investimentos no Fundo de Marinha Mercante voltados para a indústria naval já em 2018 e que marcará agendas com o Conleste, Petrobras e Transpetro para discutir viabilidades de retomada do setor.
Deputados entram na briga pela retomada do setor naval no Rio Metalúrgicos de Niterói, Rio de Janeiro e Angra dos Reis definiram a de lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Indústria e dos Empregos no Setor Naval. A Frente inicia os trabalhos no dia 19 de setembro no plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj), às 10h.
Direção da CNM/CUT reafirma luta contra ataques a direitos dos trabalhadores A direção executiva da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT) reafirmou nesta segunda-feira (28) o compromisso de lutar, junto com os sindicatos e federações cutistas da categoria, contra a implantação da reforma trabalhista e contra a aprovação da reforma da Previdência.

Ex-funcionários do Eisa Petro Um devem ficar atentos

Imprimir
PDF

 

Os ex-funcionários do Estaleiro Eisa Petro Um devem ficar atentos às informações. O Sindicato reforça que todos os trabalhadores já estão habilitados, ou seja, já fazem parte da ação que tramita na Vara Empresarial do Rio de Janeiro que cuida da Recuperação Judicial da empresa.

Leia mais...

Sindicato aciona Vard na Justiça para garantir plano de saúde

Imprimir
PDF

 

A 3ª Vara do Trabalho de Niterói será a responsável por julgar a Ação Civil Coletiva movida pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói e Itaboraí em face das empresas às quais o Estaleiro Vard pertence para cobrar a manutenção do plano de saúde dos trabalhadores afastados em decorrência de concessão de auxílio doença e de aposentadoria por invalidez, dependentes e para os descendentes que atualmente estão acometidos por doenças graves.

Leia mais...

ANP publica até novembro resolução que altera regras de conteúdo local para contratos em vigor

Imprimir
PDF

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) pretende publicar entre outubro e novembro uma resolução que permitirá empresas petroleiras com contratos em vigor a aderir às novas regras de conteúdo local, aprovadas no início do ano pelo governo federal. A informação é do diretor-geral da ANP, Décio Oddone, que lembra ainda que a proposta está em consulta pública até o dia 18 de setembro, e que a audiência pública está prevista para o dia 3 de outubro.

Leia mais...

Processo Eisa Petro Um: ganhamos mais uma batalha

Imprimir
PDF

Em audiência realizada na manhã desta quarta-feira (23/08), os desembargadores da 10ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho, no Rio de Janeiro, decidiram por unanimidade manter a Transpetro como responsável pelo pagamento das dívidas trabalhistas dos ex-funcionários dos Estaleiros Eisa Petro Um e Mauá demitidos em julho 2015 em Niterói.

Os juízes acataram os argumentos do Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói para manter a estatal como responsável solidária na Ação Civil Pública que tramita no TRT. A decisão foi uma importante vitória obtida pelo Sindicato e pela categoria.

Leia mais...

CUT-RJ realiza debate sobre impactos da reforma trabalhista

Imprimir
PDF

A Central Única dos Trabalhadores do Rio de Janeiro (CUT-RJ) realizará na quarta-feira (23), a partir das 9h30, um seminário para debater “Os impactos da reforma trabalhista” sobre os trabalhadores. O evento acontecerá no auditório do Sindicato dos Bancários do Rio de Janeiro (av. Pres. Vargas, 502, 21º and., Centro, Rio de Janeiro).

 

“A legislação trabalhista que entra em vigor a partir de novembro retira uma série de direitos dos trabalhadores. Além disso, deixa-os a mercê do que decidir os empresários ao inibir o acesso e limitar o poder da Justiça do Trabalho e dos sindicatos. Temos que nos preparar para isso e mostrar para a população que deputados e senadores votaram contra os trabalhadores”, disse Gentil Ramos, secretário adjunto de Relações do Trabalho da CUT-RJ e de Relações Sindicais do Sindicato dos Bancários da Baixada Fluminense.

Leia mais...