Metalúrgicos aprovam por unanimidade projeto para cursos de qualificação no Sindicato

Imprimir
PDF

 

Metalúrgicos aprovaram por unanimidade a o projeto que vai permitir a realização de cursos de qualificação e requalificação a ser promovido pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói e Itaboraí na noite desta quarta-feira, 14 de agosto. Os trabalhadores foram a favor da série de cursos que serão realizados em parceria com o Instituto Integrar nas áreas de saúde, segurança e meio ambiente no trabalho.

 

O presidente do Sindicato, Edson Rocha, leu todos os objetivos dos cursos e como eles devem proceder. A princípio, as aulas deverão ocorrer no próprio sindicato. Para isso, o presidente anunciou aos trabalhadores a realização de adequações na sede para receber os alunos. Poderão participar os metalúrgicos na ativa e queiram se qualificar. A idade mínima é 18 anos.

A série de cursos que o Sindicato vai oferecer aos trabalhadores deve durar por cerca de dois anos. Discussões como NR33 e NR 34 fazem parte da ementa dos cursos.

Os trabalhadores aprovaram a proposta colocada em votação pelo presidente após a explanação sobre os princípios e os objetivos desta atividade de qualificação do trabalhador.

O presidente Edson Rocha salientou a importância do momento vivido pelo Sindicato e as ações que a direção realiza no sentido de beneficiar os trabalhadores.


“Passamos por um novo momento de muito trabalho e modernização do nosso sindicato. Temos que oferecer mais e mais aos trabalhadores. Esses cursos vão qualificar um grande número de trabalhadores. Não estipulamos o número de vagas. Vamos nos esforçar para atender toda demanda e esperamos uma grande participação dos metalúrgicos. Vamos informar também as escolas técnicas da nossa região para que enviem alunos para cá. Assim daremos oportunidades para que a mão de obra de Niterói, São Gonçalo e região se qualifique e permaneça trabalhando nas fábricas daqui”, afirma Edson Rocha.

Imprensa do Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói